O Ministério da Educação suspendeu nesta terça-feira (28) o pagamento de parcelas do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) por causa da pandemia da Covid-19. A medida vale enquanto durar o estado de calamidade pública e tem validade imediata. 

De acordo com a Resolução que institui a suspensão, podem requerer a suspensão do pagamento os estudantes que estavam com a parcela em dia até 20 de março, quando foi decretado o estado de calamidade pública e aqueles que estavam com o pagamento em atraso por, no máximo, 180 dias, também até o dia 20 de março. 

MP aprovada na Câmara flexibiliza calendário escolar

Alunos com Fies poderão solicitar suspensão de parcelas durante pandemia

“Bolsa Formação do MEC melhora qualidade do ensino tecnológico do País”, diz secretário

Em maio, o governo havia publicado outra resolução que também interrompia o pagamento. Os estudantes que estavam enquadrados nela vão poder prorrogar a suspensão assim que terminar o primeiro benefício. 

Nesta terça-feira o MEC abriu as inscrições para o Fies do segundo semestre deste no. Os interessados podem se inscrever no site fies.mec.gov.br. 

Fonte: Brasil 61