Prefeitura de Niterói (RJ) cria canal no WhatsApp para receber denúncias de racismo

Tatiana Alves

Niterói, na Região Metropolitana do Rio, lançou um número de WhatsApp específico para denúncias de racismo. Pelas leis brasileiras este é um crime inafiançável e imprescritível.

O serviço funciona apenas para mensagens e áudios, assim como envio de fotos e vídeos das situações envolvendo atos como desrespeito, agressões e ofensas por questões raciais. É garantido o sigilo do denunciante.

Segundo a Coordenadora Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial de Niterói, Celecina Rodrigues, o objetivo da iniciativa é orientar as pessoas que forem vítimas de racismo sobre como agir e onde denunciar.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referentes a 2017,  revelam que a taxa de homicídios por 100 mil jovens é muito maior entre negros do que brancos. São 185 homicídios de homens e 10,1 no caso de mulheres, que se declaram pardos ou negros, contra 63,5 e 5,2 no caso dos homens e mulheres de pele branca, respectivamente.

O novo canal de denúncia já está disponível no número (21) 96992-9577. O atendimento é em horário comercial, de segunda à sexta-feira, das 10h às 18h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *