Por Solimar Luz – Rio de Janeiro

Equipes do Corpo de Bombeiros realizaram nesta segunda-feira (31) o trabalho de rescaldo na área atingida por incêndio na localidade de Alcobacinha, próximo ao Parque Nacional da Serra dos Órgãos, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio.

Segundo o comandante do batalhão local, tenente-coronel Gil Kempers, o rescaldo é necessário para apagar todos os focos remanescentes que possam reacender as chamas.

A ação de combate contou com militares do Corpo de Bombeiros e brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Duas frentes de trabalho foram realizadas. Uma para evitar que o fogo atingisse as casas na parte urbana e a outra diretamente na mata.

Ainda segundo o tenente-coronel Kempers, ainda não foram confirmadas as suspeitas de que um balão teria causado o incêndio. Outra hipótese, que também está sendo levantada, é de o fogo ter sido provocado pela queima de lixo em uma residência na região.

Ainda de acordo com ele, 98% das ocorrências de incêndios florestais em Petrópolis são por ação humana, ou seja, poderiam ser evitadas.

Desde o fim de julho a região vem sofrendo com incêndios. Foram quatro grandes ocorrências em pouco tempo, sendo os três primeiros simultâneos. O fogo atingiu a Reserva Biológica Araras com focos na área do Cobiçado, na entrada do Parnaso e no Taquaril, outro acesso ao parque.  Poucos dias depois, mais um foco foi registrado na parte alta do Parque Nacional.

O Parque Nacional da Serra dos Órgãos tem vegetação do bioma Mata Atlântica, e abriga espécies de plantas e de animais específicas da região.

Edição: Ana Pimenta

Fonte: Radio Agencia Nacional