Secretaria de Saúde do Rio quer unificar sistema de vagas em UTIs

Por Solimar Luz – Rio de Janeiro

A secretaria Estadual de Saúde quer unificar os sistemas municipais, estadual e federal de regulação de vagas de leitos e UTIs no Rio de Janeiro. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (05), pelo titular da pasta, Carlos Alberto Chaves.

Ele deu uma coletiva de imprensa, para fazer balanço de sua gestão e ações emergenciais adotadas nos seus primeiros 40 dias à frente da Secretaria. Carlos Alberto Chaves ressaltou que também tem como meta interligar o Serviço de Verificação de Óbitos com os serviços prestado pelo Samu, além de fortalecer a Fundação de Saúde.

Ao falar sobre os problemas encontrados quando assumiu, ele destacou a falta de transparência e a corrupção.

Carlos Alberto Chaves destacou ainda que as OSs – Organizações Sociais – prejudicaram a Saúde no Rio de Janeiro, em especial no combate ao novo Coronavírus. 

Sobre a situação da doença no estado, a secretária Extraordinária de Acompanhamento das Ações Governamentais Integradas da Covid-19, Flávia Barbosa, reconheceu durante a entrevista que há risco de uma segunda onda no Rio de Janeiro. Mas, afirmou que a rede estadual de saúde está preparada para um eventual aumento da demanda. 

De acordo com boletim divulgado pela Secretaria, até esta quarta-feira (04) o estado contabilizou 313.089 casos de Covid-19 e 20.759 mortes. Entre os casos confirmados, pouco mais de 288.000 pacientes se recuperaram.

Edição: Fabiana Pelles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *