Estudantes de São Paulo ainda podem concluir o ano letivo

Por Nelson Lin – São Paulo

Em São Paulo, os alunos da rede estadual que não participaram de atividades escolares durante a pandemia, ainda têm chance de evitar a reprovação do ano letivo. Mas, para isso, eles devem cumprir um mínimo de participação nas atividades relacionadas às aulas online, participando preferencialmente de aulas presenciais e comprovando o aprendizado até o fim de janeiro de 2021.  

Foi o que explicou o secretário estadual da Educação de São Paulo, Rossieli Soares, em coletiva nesta quarta-feira (11). 

Soares afirmou que as unidades de ensino e os professores estão fazendo uma busca pelos estudantes que não realizaram nenhuma atividade escolar no período da pandemia. De acordo com levantamento da secretaria, são cerca de 500 mil alunos que não registraram presença nas atividades escolares à distância, o que corresponde a 15% do total dos estudantes. 

Os alunos que fizeram atividades, mas não tiveram um desempenho satisfatório, irão progredir para o ano letivo de 2021, mas serão contemplados no plano de reforço e recuperação escolar ao longo do ano que vem.

O secretário ainda prometeu contratar 10 mil professores para o ano letivo de 2021; parte deve começar a trabalhar já em janeiro, dando aulas de reforço escolar para os alunos que precisam comprovar suas atividades para serem aprovados. 

De acordo com a secretaria de educação, atualmente 1400 escolas estaduais, do total de mais de 5 mil no estado, estão funcionando com atividades presenciais. 

E o ano letivo de 2021 vai começar no dia 1º de fevereiro, com recesso de uma semana a cada fim de bimestre e férias de 15 dias em julho. O planejamento inicial é para que as aulas de 2021 sejam todas feitas de forma presencial.

Fonte: Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *