Variante do coronavírus é confirmada em pacientes do Entorno do DF

Por Kariane Costa – Brasília

A variante do coronavírus encontrada na Inglaterra foi identificada em dois pacientes que moram em cidades de Goiás, na região do entorno do Distrito Federal.

De acordo com a secretaria de Saúde de Goiás, os infectados são de uma mesma família e vivem em Valparaíso de Goiás e Luziânia. Os dois tiveram contato com uma pessoa que chegou da Inglaterra.

A pasta informou que os pacientes realizaram o exame para o coronavírus em 31 de dezembro do ano passado e que em janeiro as amostras foram encaminhadas ao Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, que confirmou  o contágio pela variante inglesa do coronavírus.

Após investigação dos casos, foi detectada a correlação com um surto familiar durante uma viagem envolvendo mais de 20 pessoas, notificado pelo Centro de Informações Estratégicas e Resposta de Vigilância em Saúde.

Desde então, esses pacientes e pessoas próximas estão sendo monitorados.

Essa nova cepa do coronavírus, chamada de B.1.1.7 , foi encontrada pelo Reino Unido em 14 de dezembro do ano passado e notificada em mais de 62 países. De acordo com a Organização Mundial de Saúde ela tem uma maior capacidade de transmissão. Na Inglaterra, foi responsável por um aumento de hospitalizações pressionando o sistema de saúde.

Mas, estudos preliminares apontam que não há evidência suficiente que ela provoque um número maior de mortes se comparada com outras variantes do coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *