Rio de Janeiro pretende cortar investimentos de empresas poluidoras

Por Tatiana Alves – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

Às vésperas da Conferência das Nações Unidas Sobre Mudanças Climáticas, em Glasgow, na Escócia, a capital fluminense reforçou seu compromisso de aumentar os investimentos em soluções climáticas baseadas na economia verde, e cortar os investimentos municipais a empresas de combustíveis fósseis. 

A prefeitura do Rio de Janeiro assinou, nesta terça-feira, a “Declaração de Desinvestimento de Combustíveis Fósseis, Investindo em um Futuro Sustentável”, com lideranças climáticas globais. O evento, organizado pela C40, uma rede de megacidades mundiais comprometidas com ações relacionadas à mudança climática, ocorreu de forma virtual e contou com a participação de diversas lideranças ambientais, além de representantes do Vaticano e de redes de ação climática. 

Durante a solenidade, o prefeito Eduardo Paes (PSD) reforçou seu compromisso de aumentar os investimentos em soluções climáticas baseadas na economia verde, e cortar os investimentos municipais a empresas poluidoras.

Com a adesão ao documento, o Rio se soma a outros 1.484 signatários , entre instituições públicas e privadas, de 70 países, que se comprometeram com o desinvestimento de combustíveis fósseis. E se torna a primeira cidade da América Latina a aderir ao compromisso.

Edição: Jacson Segundo / Guilherme Strozi

Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *