Resumo da novela Coração indomável 29/11 a 03/12

29 de novembro

Clementina se nega a falar com Natasha e diz a Francisco que Natasha não pode se dizer amiga de Afonso pelo mal conceito que tem dele. Natasha diz a Francisco de quem era o quadro que Afonso vendeu e que não descansarão até recupera-lo. Francisco se oferece para devolver o dinheiro que Afonso recebeu pelo quadro. Otávio diz a Doris que depois do julgamento de Maricruz eles poderão voltar a Ilha Dourada. Na penitenciaria de mulheres, Teresa leva Maricruz para ser interrogada. Francisco pede aos pintores que não digam que o quadro “Liberação” era de Afonso, e assim não denigram sua imagem. Madalena diz a Liz que Elsa não sabe que Afonso morreu. O diretor da penitenciaria faz Maricruz escutar uma gravação onde ela se diz inocente no caso do assassinato de Afonso. Elsa rejeita Liz e a diz que ao ser amiga de Alvaro, não pode ser dela. Bernardo pede a Maricruz que diga a verdade quanto a sua relação com Afonso. Álvaro encontra Liz em sua casa, e ele a diz não querer nunca mais vê-la por alí. Maricruz confessa não ter matado Afonso, Bernardo a diz que ela ficará livre de qualquer culpa pelo assassinato de Afonso. Maria é presa. Álvaro se nega a ter qualquer relação com Liz, e ela ameaça revelar os segredos que sabe. Maricruz sai da cadeia e encontra Álvaro a esperando. Alvaro pede a Maricruz que trabalhe para ele, cuidando de Elsa e a fazendo companhia.

30 de novembro

No apartamento de Otávio, Maricruz é recebida por Joaninha. Doris fica sabendo que Maricruz foi absolvida de toda culpa. Doris finge uma forte dor para impedir que Otávio e Maricruz se reencontrem. Clementina diz a Maricruz que está disposta a reparar o dano que a fez Afonso e pede perdão em nome dele. Otávio diz a Doris que o Governador lhe deixou um recado importante e que quer que ela fique em Ilha Dourada, pois ele voltará para a capital.

Clementina pede a Maricruz que volte a trabalhar com ela. Otávio diz a Doris que voltará da Ilha Dourada, pois precisa estar com Lupita. Doris lhe diz que Lupita não precisa dele, pois Maricruz já está em liberdade. Maricruz diz a Clementina que voltar a trabalhar com ela seria o mesmo que aceitar que era amante de Afonso. Maria diz ao advogado que procura Maricruz. Doris diz a Otávio que não quer que ele reencontre Maricruz. Clementina pede a Maricruz que leve Lupita para o seu trabalho. Maricruz apresenta Clementina a Miguelzinho, Lupita e Joaninha. José Antonio diz a Esther que ela vai se cansar dele e acabará indo embora com outro homem. Maricruz diz a Miguelzinho que ela, Joaninha e Lupita irão viajar e ele irá aguardar Otávio com a porteira. Maricruz, Lupita e Joaninha saem de taxi e num momento seguinte Otávio chega com outro. A porteira entrega Miguelzinho a Otávio. Maricruz diz a Joaninha que a entrevista de trabalho que assistirá será com Álvaro. Miguelzinho diz a Otávio o que Maricruz o disse. Otávio encontra uma carta sob a cama e a lê em silêncio.

01 de dezembro

Maricruz diz a Alvaro que aceita o trabalho que ele a ofereceu. Alvaro diz a Maricruz que o culpado pelo estado nervoso de Elsa é um mal homem que cruzou seu caminho. Otávio se propõe a ir buscar Maricruz e Lupita até as encontrar. Alvaro diz a Madalena que uma mulher ficará responsavel pelos cuidados a Elsa. Madalena nota certa admiração na fala de Alvaro. Ele a diz que não só a admira, mas também está apaixonado por essa mulher, porém ela ama outro homem. Alvaro conta a Madalena que Maricruz esteve na cadeia por ter se declarado culpada pela morte de Afonso, mas que já descobriram o verdadeiro assassino. Otávio diz a Doris que Maricruz foi embora com Lupita.

Madalena diz a Elsa que Alvaro contratou uma mulher jovem para cuidar dela. Maricruz entra em uma loja de roupa e a vendedora a reconhece como a mulher que pintaram nua e que depois foi parar na cadeia. A vendedora julga Maricruz pelos acontecimentos de Afonso. Maricruz sai zangada da loja. Maricruz e João José se encontram na rua. Ele diz que quer continuar lhe vendo, Maricruz o ignora. Alvaro chega e pede a João José que não siga perseguindo Maricruz. Alvaro diz a Maricruz que se demitiu de seu trabalho no povoado para estar mais perto dela e de Elsa. Elsa diz a Liz que Alvaro contratou uma mulher para que lhe faça companhia e cuide dela. Alvaro lembra Matricruz da proposta de casamento. Doris diz ao Governador que só falará com ele no apartamento de Otávio, com ele presente.

02 de dezembro

Madalena diz a Liz que Alvaro está apaixonado pela mulher que cuidará de Elsa. No apartamento de Otávio, o Governador diz a Doris que por bem ou por mal a levará para a Ilha Dourada. Eles discutem e Doris diz ao Governador que Maria Alessandra foi amante dele. Liz vê Alvaro chegar com Maricruz e, com ciúmes, reclama. Bartolomeu diz a Otávio que eles precisam ter um encontro fora de sua casa para acertar as contas como homens. Alvaro diz a Maricruz que houve algo entre ele e Liz. Ela diz que Elsa os separou. Doris diz a Bartolomeu estar decidida a se casar com Otávio, ele a expulsa. Bartolomeu ameaça. Alvaro apresenta Maricruz a Elsa e Madalena. Otávio diz a Doris que se ela deseja se casar com ele, terão que viver na capital. Elsa aceita a companhia de Maricruz. Alvaro comenta com Maricruz a história de Elsa. Maricruz diz que enquanto ele fala do homem que fez Elsa se apaixonar, ela só vê a imagem de Afonso.

03 de dezembro

Maricruz convence Elsa a tomar seu remédio. Elsa diz a Maricruz que Alvaro gosta de vê-la sofrer e, por isso, ela opôs a sua relação com Afonso. Eduardo aconselha Otávio a terminar sua relação com Doris. Otávio decide não se casar com Doris. Elsa pede a Maricruz que diga o que sabe sobre Afonso. Otávio diz a Doris que não pretende se casar com ela. Elsa pergunta a Alvaro quem realmente é Maricruz. Otávio diz a Doris que pode amar somente Maricruz e está certo de que ela também jamais poderá amar outra pessoa. Doris lhe dá uma bofetada. Alvaro diz a Elsa que está muito apaixonado por Maricruz. Doris diz a Otávio que lhe dará um prazo de dois dias para pensar e decidir se realmente não quer se casar com ela. Elsa diz a Alvaro que gosta da companhia de Maricruz, mas apenas a aceitará enquanto empregada, jamais como Madrasta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.