Crise climática na Bahia tem causa também nas queimadas, diz cientista

Por Raíssa Novaes – Rádio Educadora – Salvador (BA)

De acordo com o governo do estado, a Bahia registrou o maior acumulado de chuvas para dezembro nos últimos 32 anos.

Segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, a cidade de Itamaraju, no sul da Bahia, foi o município onde mais choveu no Brasil no mês de dezembro.

A meteorologista do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Mary France Diniz, destaca que o desequilíbrio causado pelo homem no meio ambiente também é responsável pela situação.

Segundo ela, a água do Atlântico está mais quente, o que corrobora para maior formação de nebulosidade e maior intensidade das nuvens, o que tem como consequência o aumento das chuvas. Ela explica que as queimadas também colaboram para um maior aquecimento da região, gerando este desequilíbrio climático.

A Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia informou que 471.086 pessoas já foram afetadas pelas chuvas no estado.

Edição: Guilherme Strozi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *